Savatin

…na profunda Noite de minh’alma tem perfume de jasmim…

Bio

Biografia

Savatin iniciou sua carreira musical no ano de 1983 em Ribeirão Preto/SP, quando foi integrante do tradicional e conhecido grupo vocal “Madrigal Revivis”, além de ter participado como cantor e ator em espetáculos de Teatro dirigidos pelo premiado diretor(APCA), ilustrador e cenógrafo Dino Bernardi.

No ano de 1988 se muda para a Capital Paulista aonde continua atuando como cantor e prossegue seus estudos de canto com a conhecida cantora Paulista “Ná Ozzeti”.

Paralelamente desenvolve trabalhos de corpo no conhecido “Ballet Stagium” sob a direção artística da Bailarina “Marika Gidali” e do também Bailarino “Décio Otero”.

Findos os trabalhos com a cantora “Na Ozzeti”, no ano de 1993, prossegue seus estudos e trabalhos solos com o cantor Francisco Campos Neto (Chico Campos) e em seguida ingressa como aluno na “Universidade Livre de Música”, aonde até o ano de 1996 atua como cantor integrante do “Coro de Jazz”, sob a regência do Maestro Roberto Marialva Bomilcar em conjunto com a cantora “Concilia Latorre” como preparadora vocal.

Simultaneamente aos trabalhos e estudos desenvolvidos na “Universidade Livre de Música”, Savatin continua seu estudo musical e desenvolve trabalhos vocais “solo” sob a supervisão do Cantor e preparador vocal Caio Ferraz, na Escola Municipal de São Paulo.

No segunda metade do ano de 1998 se muda para a capital baiana e neste mesmo período é aprovado em vestibular para ingressar como aluno do professor Moacyr Costa, na graduação em canto da Escola de Música na Universidade Federal da Bahia(EMUS/UFBA).

No final do ano de 2006 até o início de 2007, desenvolve novo trabalho “pop solo” sob a direção musical e artística da Cantora Paulista “Laura Campanér”. Este trabalho resulta na gravação “in home studio” do primeiro CD “Boa Nova”, com composições inéditas e parcerias das cantoras e compositoras Laura Campanér, Lucina, Lucia Leão e Lígia Morena.

Durante o ano de 2008, dedicou-se à preparação e apresentação do trabalho “Marrom Bege Alabas”, expressão regional do nordeste brasileiro que carrega no sentido a mistura das raças, cores e culturas que compõem o cenário brasileiro e planetário, nome que também batiza a banda por ele criada para lhe acompanhar, com repertório predominantemente composto por composições inéditas de vários compositores brasileiros, apresentando um som pop mestiço trilhando caminhos marcados pela influência da música popular brasileira, folclórica, regional, com células afro-latinas e toques da sua essência erudita. Deste processo resulta a gravação do segundo CD “Marrom Bege Alabas”.

Atualmente dedica-se à preparação do mais recente trabalho “Cidadão do Mundo”, que dá continuidade ao trabalho “Marrom Bege Alabas”, incluindo elementos do som eletro-pop e composições inéditas de vários compositores brasileiros na onda do Funk, Nujazz e da MDB (Música pra Dançar Brasileira).

DISCOGRAFIA
Boa Nova – 2006/2007 – Produção independente
Marrom Bege Alabas – 2008 – Produção independente
Cidadão do Mundo – 2010/2011 – em preparação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: